É nos adictos ao jogo que existe maior taxa de suicídio

História de VillaRamadas > É nos adictos ao jogo que existe maior taxa de suicídio
18-08-2010
Jornal de Leiria

"É nos adictos ao jogo que existe maior taxa de suicídio" Eduardo da Silva, director terapêutico do centro de recuperação Villa Ramadas

Que diferenças existem entre um adicto em jogos de sala e em jogos on-line?

O mecanismo da adição a nível comportamental é exactamente o mesmo, mas o perfil dos jogadores é diferentes. O jogador de sala tende a ser mais velho (normalmente tem entre 35 e 55 anos) e pertence a um estrato social mais elevado encontrando-se, em termos teóricos, no melhor período da sua vida profissional. Numa fase inicial do problema, gosta de dar nas vistas e de ser reconhecido dentro das salas como um jogador com poderio económico, não sendo um especialista em novas tecnologias. As pessoas com adição a apostas on-line ou jogos de internet, são muito mais jovens (dos 16 aos 30 anos), sendo a maioria estudantes dependentes economicamente das suas famílias e de um espectro socioeconómico muito mais alargado.

Quais as principais dificuldades do tratamento da adição on-line?

As pessoas com adição ao jogo são das que mais dificuldades demonstram em pedir ajuda, porque acreditam sempre que a solução para todos os seus problemas se irá resolver na "jogada" seguinte. O que nós fazemos sempre é desenhar um processo personalizado de tratamento. Há uma focalização muito intensa na necessidade do paciente realizar um processo de introspecção que o faça perceber a padronização dos seus comportamentos ao longo dos anos e os sentimentos que estão por trás das suas reacções, voltando-lhe a dar o poder de escolha e a liberdade que já não tinha. É nos adictos ao jogo (de sala) que existe a maior taxa de suicídio, uma vez que podem levar as suas vidas para situações de muito difícil retorno.

Villa Ramadas tem sentido o aumento da procura de ajuda por parte de pessoas viciadas no jogo on-line, nomeadamente no poker on-line?<7p>

Por uma adição específica ao poker ou jogos on-line, temos actualmente um paciente e, no último ano e meio, cerca de 10 pessoas (sete eram estrangeiros) solicitaram informações e passaram pelas entrevistas prévias de admissão.

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X