O co-dependente

Tratamentos > Co-Dependência > O co-dependente

A codependência pode ser definida como a dependência afetiva, havendo também quem lhe chame «droga de amor», «intoxicação psicológica», entre outras denominações. A droga de escolha reside, efetivamente, nas pessoas e nas consequentes relações com as mesmas.

O codependente é alguém que abandona resolutamente as suas próprias necessidades para assumir como tarefa/missão a supressão e satisfação das necessidades dos outros. É um indivíduo extremamente ansioso que se envolve, amiúde, com pessoas, sofrendo de distúrbios de personalidade, dificuldades no controlo dos impulsos ou dependência de substâncias, deformando os parâmetros da relação e o próprio termo da mesma.

Os “parasitas” do amor, como também são conhecidos os codependentes, manifestam uma dedicação absoluta, que tem de ser correspondida pelo(a) amado(a). O amor torna-se obsessivo, a mudança passa a ser encarada como um risco – razão pela qual suportam indefinidamente uma relação problemática e, muitas vezes, caótica – e falta a verdadeira intimidade.

A codependência tem a sua génese numa ferida psicológica, em alguns casos decorrente de maus-tratos físicos e psicológicos (por exemplo abusos sexuais), que condicionaram o sujeito a criar relações de submissão e passividade. Esta trata-se de uma doença progressiva e crónica que conduz à autodestruição, cujos sintomas são idênticos aos do stress pós-traumático, podendo também levar ao abuso de substâncias, a patologias relacionadas com o stress e a quadros de uma agressividade desmedida.

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X